INTRODUÇÃO


Neste módulo, vamos falar da troca da bieleta, também conhecida como tirante da barra estabilizadora.Uma peça muito importante para a estabilidade e o conforto do veículo.

Começamos o procedimento: subindo o veículo no elevador e retirando os parafusos da roda.

A peça pode apresentar como principais problemas: coifa rasgada, folga nos pinos, haste deformada e rosca danificada.

ATENÇÃO: é importante que você sempre verifique o sistema de fixação da peça, pois ele é encontrado em três variações: 1. Chave Allen 2. Chave Torques 3. Chave de boca Usaremos neste treinamento a bieleta referente à Chave Allen.

omeçamos a troca retirando a roda do veículo, para termos acesso à bieleta. Observe: a bieleta liga a barra estabilizadora até a suspensão.

Na retirada, usamos uma chave 1611 para soltar a porca e a chave torques para prender o pino esférico. Mas lembre-se: essas definições variam de acordo com cada veículo.

A desmontagem parece simples, mas é preciso muito cuidado principalmente na hora de soltar as porcas. Peça retirada, vamos para a montagem.

Durante o encaixe da peça nova, tenha sempre muito cuidado para que o pino esférico não gire, isso pode danificar o guarda-pó, também conhecido como coifa.

Durante a montagem, encaixamos a porca, seguramos a parte de trás, fixamos o pino esférico e apertamos a peça. É recomendado que seja dado o toque de 20-25 N/m, dependendo sempre de cada veículo. ATENÇÃO: se você realizar o aperto manual, nunca use os pés, porque a força decorrente pode prejudicar todo o trabalho de troca.

Sempre que tirar uma peça do veículo, não se esqueça de fazer a comparação entre a velha e a nova, principalmente quanto ao tamanho delas. O fabricante também recomenda a troca em pares e não individualmente.